Blog

As vacinas são seguras?

O que são vacinas?

As vacinas são substâncias compostas por agentes patógenos (vírus ou bactérias que são responsáveis por causar doenças) podendo estes estarem mortos, enfraquecidos ou ainda vivos, frações desses agentes também podem ser usados para sua formulação.  

A vacina tem como finalidade produzir anticorpos no organismo sem o contágio da doença, criado o que chamamos de “memória imunológica”, sendo assim, quando o indivíduo for infectado por um patógeno pelo qual ele está vacinado, o organismo responderá de forma imediata destruindo o causador da doença.

Qual a importância da vacinação?

As vacinas são imprescindíveis na prevenção de doenças, como a poliomielite, que no início dos anos 90 foi erradicada no Brasil devido as campanhas de vacinação. Outras doenças como, varíola, sarampo, rubéola e coqueluche que por muitos anos dizimaram milhares de vidas, também puderam ser controladas graças as vacinas. 

Vacinas são seguras

Antes de ser aprovada, toda vacina passa por um processo rigoroso de testes para comprovar a sua eficácia e segurança, essa comprovação é atestada por órgãos reguladores, no Brasil essa responsabilidade cabe a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Para uma vacina ser legalizada ela necessita percorrer algumas fases, que são elas: 

Fase I: primeiros testes em humanos com o intuito de comprovar sua segurança. 

Fase II: comprovar sua imunogenicidade. 

Fase III: é chegada a última fase que consiste em atestar a sua total eficácia, sendo aprovada, o órgão regulador responsável emitirá um registro sanitário. Finalizada essa fase a vacina poderá ser disponibilizada para a população.  

Fase IV: vacina disponibilizada para a população. 

Terminada todas as fases desse processo, o monitoramento continua sendo feito, mesmo depois da vacina ter sido licenciada.  

O que preciso fazer para me vacinar?

Qualquer pessoa pode se vacinar gratuitamente em uma Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de você. Mas lembre-se de comparecer com o cartão de vacinação em mãos.  

Se você perdeu o cartão de vacinação, é necessário retirar uma segunda via, para isso você deve ir até o posto onde recebeu as vacinas e restaurar o histórico de vacinação. Não ter a Caderneta de Vacinação não é um empecilho para não se vacinar. Ao tomar uma vacina, você recebe um registro de controle de vacinação (cartão), podendo ser atualizada mais tarde. 

É preciso destacar que o cartão de vacinação é um documento importante, assim como um documento pessoal, pois ele comprova a situação vacinal do indivíduo. Portanto você deve guardá-lo com segurança.  

Mais informações

Ministério da Saúde