Blog

Câncer de Colo do Útero

O câncer de colo de útero, também chamada de câncer cervical, é o terceiro tipo de tumor mais comum entre as mulheres e a quarta causa de morte feminina por câncer no Brasil segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer).

Exames de rotina podem identificar precocemente o tumor sendo possível iniciar o tratamento logo no estágio inicial da doença, aumentando as chances de cura da paciente.

Estimativa de novos casos: 16.590 (INCA – 2020)

Número de mortes: 6.526 (2018 – Atlas de Mortalidade por Câncer – SIM)

Causas

O principal agente causador da doença é o Papilomavírus Humano – HPV – , principalmente os chamados de tipos oncogênicos, ele é transmitido através de relações sexuais.

A infecção por esse vírus é muito frequente, e na maioria das vezes não causa doenças, entretanto, é possível que ocorram alterações celulares capazes de evoluir para um câncer.

Fatores de risco

Alguns fatores de riscos estão associados ao desenvolvimento do câncer de colo de útero, como:

  • Início precoce da atividade sexual e com múltiplos parceiros;
  • Tabagismo;
  • Uso prolongado de anticoncepcionais;
  • Verrugas genitais;
  • Pacientes imunossupressoras.

Prevenção

A realização periódica de exames preventivos como o Papanicolaou são importantes no diagnóstico das células anormais e possibilitam um tratamento precoce impedindo o avanço da doença para outras regiões do corpo.

O uso de preservativo é essencial para impedir a contaminação do HPV. A transmissão pode ocorrer no parto.

Existe a vacina contra o HPV, ela é recomendada para os seguintes grupos:

  • Meninas na faixa etária de 9 a 14 anos;
  • Meninos de 11 a 14 anos;
  • Pessoas com HIV;
  • Indivíduos transplantados de 9 a 26 anos;

Sintomas

Dentre os principais sintomas estão:

  • Corrimento vaginal amarelado com odor desagradável;
  • Sangramentos menstruais irregulares;
  • Sangramentos após a relação sexual;
  • Odor na região do baixo ventre;
  • Dores abdominais.

Tratamento

O tratamento dependerá do estágio da doença, tamanho do tumor e fatores pessoais, sendo necessário uma avaliação e acompanhamento médico. Entre os tratamentos para o câncer de colo de útero estão:

  • Cirurgia;
  • Radioterapia;
  • Quimeoterapia;
  • Branquiterapia (tipo de radioterapia interna).
Fontes

INCA (Instituto Nacional do Câncer)

Pfizer

Instituto Oncoguia